“Too big to fail” para assets gera críticas

Gestão de Recursos/Internacional/Edição 143 / 1 de julho de 2015
Por 


A Vanguard, em parceria com a BlackRock, Fidelity e outras importantes gestoras de recursos (asset managers), estão numa campanha contra a proposta do Conselho de Estabilidade Financeira (FSB, na sigla em inglês) de classificar certos fundos como “grandes demais para falir”. Elas alegam que a iniciativa é “profundamente falha” por se basear em declarações hipotéticas e estudos acadêmicos sem embasamento empírico suficiente, segundo notícia publicada na
IR Magazine.

A proposta do FSB, aberta para comentários do público até o fim de maio, pretende identificar os fundos que possam representar risco sistêmico ao sistema financeiro global em caso de falência. Os veículos incluídos nessa categoria precisarão, entre outras coisas, cumprir requisitos de divulgação de informações mais rigorosos e possuir uma quantidade maior de capital próprio para funcionar. No ano passado, o FSB afirmou que os gestores de fundos com mais de US$ 100 bilhões em ativos poderiam ser potenciais fontes de risco sistêmico.

Ilustração: Grau 180.com.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Fundos de investimento CAPITAL ABERTO mercado de capitais Too Big to Fail gestoras Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Companhias falham em divulgar informações sobre capital humano
Próxima matéria
RIs e investidores sugerem à SEC disclosure “para valer”



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Companhias falham em divulgar informações sobre capital humano
A Associação Nacional de Fundos de Pensão do Reino Unido (NAPF, na sigla em inglês) está incentivando os investidores...