FSA vai gravar conversas por celular com investidores

A Financial Services Authority (FSA), órgão regulador do mercado de capitais britânico, estará de ouvidos atentos às conversas por celular dos profissionais de bancos e corretoras. A partir do próximo ano, as instituições financeiras do Reino Unido terão de grampear os telefones móveis dos …



A Financial Services Authority (FSA), órgão regulador do mercado de capitais britânico, estará de ouvidos atentos às conversas por celular dos profissionais de bancos e corretoras. A partir do próximo ano, as instituições financeiras do Reino Unido terão de grampear os telefones móveis dos funcionários. A norma vale para quem recebe solicitações de clientes para transações no mercado de ações, dívida, financeiro ou de derivativos. Com essa exigência, a FSA espera ganhar mais uma fonte para investigar casos de negociação com uso indevido de informação privilegiada (“insider trading”). Antes disso, apenas chamadas de telefone fixo e e-mail eram monitorados.

Os custos de implantação dessa exigência têm gerado críticas ao regulador. Quando colocou em audiência pública uma minuta da regra para comentários, a FSA estimou que cerca de 16 mil celulares seriam alvo da medida, o que geraria um gasto de aproximadamente £ 11 milhões (R$ 29,63 milhões) às empresas. Um banco de investimento global, contudo, afirmou que, somente para instalar o sistema de gravação em todos os celulares de sua equipe de front office, teria de desembolsar £ 2,6 milhões (R$ 7 milhões).

Segundo as novas regras, a gravação das conversas deve ser armazenada por um período de seis meses. A FSA pede ainda que as instituições financeiras tomem medidas para impedir que equipamentos de comunicação de uso pessoal, incluindo celulares particulares e outros dispositivos móveis de comunicação eletrônica, sejam usados para receber ordens de negociação.


Quer continuar lendo? hoje

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Quero me cadastrar!

Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui > 2

teste

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  mercado internacional investimentos legislação societária Europa Legislação internacional Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
SEC trabalha a todo vapor para regular temas da Dodd-Frank
Próxima matéria
Bolsa da Malásia forma empresas para futuro índice de sustentabilidade



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
SEC trabalha a todo vapor para regular temas da Dodd-Frank
A lei Dodd-Frank Wall Street Reform and Consumer Protection Act, promulgada em julho pela Casa Branca, deixou para a Securities...