Gás para as debêntures



O estímulo às debêntures incentivadas continua. No mês passado, o governo anunciou que os vencedores dos leilões de infraestrutura poderão amortizar empréstimos no BNDES em condições especiais caso emitam debêntures de projeto. O banco vai calcular as parcelas do financiamento desses emissores de acordo com o Sistema Price, que começa com parcelas menores, em vez do SAC (Sistema de Amortização Constante), em que as prestações são mais gordas no início do empréstimo. A ideia é que, com a medida, as concessionárias possam comprometer menos capital próprio na fase inicial das obras.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  debêntures CAPITAL ABERTO mercado de capitais BNDES infraestrutura SAC financiamento Sistema Price Sistema de Amortização Constante concessionárias Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Cardápio ampliado
Próxima matéria
De escanteio



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Cardápio ampliado
Os ETFs lastreados em carteiras de renda variável vão ganhar companhia. No mês passado, a CVM editou a Instrução 537,...