Mentira da imprensa?

O jornal The New York Times publicou, em 16 de agosto, uma reportagem sobre a cultura corporativa da companhia aberta de comércio eletrônico Amazon. Não foi nada laudatório: a empresa foi descrita como um lugar em que a competição predatória entre funcionários é estimulada, assim como as jornadas …



mentira-da-imprensa

Ilustração: Grau 180.com.

O jornal The New York Times publicou, em 16 de agosto, uma reportagem sobre a cultura corporativa da companhia aberta de comércio eletrônico Amazon. Não foi nada laudatório: a empresa foi descrita como um lugar em que a competição predatória entre funcionários é estimulada, assim como as jornadas excessivas de trabalho. O resultado seria uma equipe deprimida e estressada. A notícia viralizou na internet e motivou Nick Ciubotariu, funcionário da Amazon, a publicar um texto no LinkedIn criticando a reportagem. Ele disse que praticamente todo o conteúdo é mentira ou exagero e que a companhia é sim um bom lugar para se trabalhar — com direito a lanchinhos de graça. O texto de Ciubotariu teve cerca de 1,1 milhão de visualizações e quase 900 comentários (alguns deles de outros empregados da Amazon, também defendendo a empresa).


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Melhor da categoria
Próxima matéria
Virada demográfica



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Melhor da categoria
Alexandre Spada foi um dos vencedores do StarMine Analyst Awards 2015. Promovido pela Thomson Reuters pela primeira vez na América...