Seletas   |   N@ Web   |   Edição 51

A vez da #RegTech

Quem é do mercado financeiro já deve ouvido falar das fintechs, empresas de tecnologia que ameaçam o reinado dos grandes bancos por oferecer, por meio de suas plataformas, acesso a investimentos e empréstimos. Mas como o mundo da inovação anda rápido, o mercado já tem novas queridinhas: as …



Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

Quem é do mercado financeiro já deve ouvido falar das fintechs, empresas de tecnologia que ameaçam o reinado dos grandes bancos por oferecer, por meio de suas plataformas, acesso a investimentos e empréstimos. Mas como o mundo da inovação anda rápido, o mercado já tem novas queridinhas: as Regtechs. Essas empresas se propõem a ajudar outras companhias no gerenciamento de riscos jurídicos e financeiros (como investimentos em derivativos, por exemplo), na administração do departamento de compliance e no cumprimento de obrigações regulatórias. No Twitter, a hashtag #RegTech virou um fórum de discussões para empreendedores, investidores e palpiteiros compartilharem as últimas novidades e pesquisas sobre o tema. O assunto está bombando por causa de seminários que aconteceram há pouco tempo em Londres e Chicago e também em função do recente investimento de US$ 13 milhões que a regtech londrina Open Gamma recebeu de fundos de venture capital.


Quer continuar lendo? hoje

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Quero me cadastrar!

Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui > 2

teste

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  tecnologia inovação mercado financeiro Fintech tecnologia financeira regtechs Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Tributação de negócios disruptivos gera dúvidas
Próxima matéria
Tecnologias disruptivas: como tributar?



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Tributação de negócios disruptivos gera dúvidas
A economia digital não cria dilemas tributários: ela agrava os que já existem. A conclusão é do estudo “Os Desafios...