Suíços votam contra proposta que limitaria salários de executivos

Um referendo realizado na Suíça no fim de novembro tentou frear o pagamento dos executivos de alto escalão. A proposta era limitar a remuneração máxima a 12 vezes o montante embolsado pelo empregado com o menor salário, mas foi rejeitada por 65% dos que participaram do pleito. O governo suíço …



Um referendo realizado na Suíça no fim de novembro tentou frear o pagamento dos executivos de alto escalão. A proposta era limitar a remuneração máxima a 12 vezes o montante embolsado pelo empregado com o menor salário, mas foi rejeitada por 65% dos que participaram do pleito. O governo suíço anunciou que 53% dos eleitores do país votaram — a maior participação em referendo nos últimos três anos.
A medida partiu da juventude do partido social-democrata, que conseguiu reunir mais de 100 mil assinaturas a favor de uma consulta popular sobre o tema. O partido afirma que a desigualdade de renda vem crescendo na Suíça. De acordo com um levantamento da central de sindicatos local, os 1% mais bem pagos tiveram um aumento de renda de 39% entre 1996 e 2012, contra 6% e 9% dos demais trabalhadores. Em outro referendo, realizado em março, os suíços votaram para banir os golden parachutes, pacotes milionários pagos aos executivos em caso de demissão.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CAPITAL ABERTO mercado de capitais remuneração CEO Suíça Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
PCAOB alerta para falhas na auditoria de controles internos
Próxima matéria
Discretas demais



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
PCAOB alerta para falhas na auditoria de controles internos
O Public Company Accounting Oversight Board (PCAOB), órgão internacional de contabilidade americano, publicou, no fim de outubro,...