Tempo de se reinventar

Como a transformação digital e novos hábitos de consumo impactam as estratégias das empresas

Customizados
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


As flutuações na economia, a rápida transformação do ambiente digital e a ascensão de novos hábitos de consumo exigem que as companhias reavaliem constantemente seus portfólios de negócios na busca pela criação de valor para os acionistas. Ao mesmo tempo em que essa situação tira o sono de executivos e conselheiros de administração, também os impulsiona a pensar em formas de tornar as empresas em que atuam mais competitivas e eficientes. Nesse cenário, a aposta em aquisições, joint ventures, desenvolvimento de novos produtos e acesso a novos mercados torna-se crucial. Como importantes companhias brasileiras têm reinventado seus negócios? Qual o impacto das demandas das novas gerações nos portfólios de produtos e serviços? Como executivos e conselheiros lidam com a pressão de ter que reformular rapidamente suas estratégias para atender às expectativas de consumidores cada vez mais exigentes? Qual o impacto desse ambiente sobre o planejamento de longo prazo das organizações? Essas e outras questões foram debatidas no dia 17 de junho de 2019 o durante o último encontro da série especial de grupos de discussão “Imperativos de Negócios”, promovida pela Capital Aberto em parceria com a PwC.

 

PARTICIPANTES

VEJA COMO FOI

Ouça a íntegra no Clube de Conhecimento

Assista ao vídeo com os melhores momentos do encontro

Confira a reportagem sobre o Grupo de Discussão (em breve!)

 


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  mercado de capitais joint venture fusão aquisição Otimização de negócios portfólio de negócios venda vantagem competitiva Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Claro compra Nextel por 3,47 bilhões de reais e firma sua vice-liderança em telecomunicações
Próxima matéria
Pirraças de Bolsonaro e Maia afetam bolsa e intensificam polarização nas redes sociais



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Claro compra Nextel por 3,47 bilhões de reais e firma sua vice-liderança em telecomunicações
Na terça-feira, 19 de março, a América Móvil, controladora da Claro e pertencente ao bilionário mexicano Carlos Slim,...