Capitalismo consciente

Como atuam as companhias que não têm a maximização do lucro como objetivo principal

Grupos de Discussão/Governança em Cias Abertas/Encontros
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Patrocínio

Escândalo corporativos recentes mostram as mazelas causadas pela busca desenfreada por lucro e pela falta de ética nos relacionamentos. Diante desse cenário, a ideia de capitalismo consciente surge como um novo caminho para a boa governança nas organizações. Basicamente, as empresas que seguem esse modelo não têm a maximização do resultado financeiro como principal objetivo. Para elas, o lucro deve ser consequência natural de um modelo de negócio baseado em uma cultura consciente, que valorize aspectos como confiança, transparência, integridade e criação de valor para toda a sociedade. Neste encontro, entendemos como as companhias adeptas do capitalismo consciente funcionam e conhecemos seus desafios. Como é seguir esse caminho num mercado em que o retorno financeiro ainda é prioridade? De que modo explicar esse modelo para os acionistas? Quanto as lideranças estão preparadas para praticar o capitalismo consciente? Esse modelo pode ser aplicado a qualquer tipo de negócio? Essas e foram questões foram debatidas no Grupo Discussão Governança Corporativa.

Clique aqui e assista ao vídeo com os melhores momentos do encontro.

Ficou curioso? Ouça a íntegra do encontro no Clube de Conhecimento!

Clique aqui e leia a reportagem Genética sustentável, produzida a partir do Grupo de Discussão.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  PwC cultura grupo de discussão Grupo de Discussão Governança Corporativa ​governança corporativa Capitalismo consciente propósito Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
O futuro das fintechs
Próxima matéria
Regras do Banco Central para fintechs de crédito



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
O futuro das fintechs
Patrocínio   Os investidores interessados em aportar recursos em startups de tecnologia financeira têm um amplo...